Home / Taças de Vinho / Taças de Vinho

Taças de Vinho

Há uma infinidade de modelos de taças de vinho no mercado, vamos tratar aqui de pontos relevantes que irão ajudá-lo a escolher as mais adequadas para o seu perfil.

Taça de vidro ou de cristal?

Taças de Vidro

Taças de vidro são mais frágeis que as de cristal e, por essa razão, são feitas com paredes mais grossas visando torná-las mais duráveis. Taças de vidro podem ser lavadas no lava-louça. Clique aqui e veja opções.

Taças de Cristal

As taças de crustal refratam a luz em razão da presença de minerais em sua composição. Esse minerais acabam por fortalecer o cristal, o que permite que as taças tenham paredes mais finas. Algumas taças de cristal contêm chumbo e outras não. As que possuem chumbo não podem ser levadas ao lava-louças, devem ser lavadas manualmente e com detergente neutro.  As que não contêm chumbo podem ser levadas ao lava-louças.Clique aqui e veja opções.

O formato da taça afeta o gosto?

Primeiramente, esclarecemos que a taça possuir, ou não, haste em nada influi no sabor do vinho.

Já o bojo da taça afeta, principalmente, o aroma do vinho. 

  • Bojo Estreito: libera menos aroma, já que sua superfície expõe menos vinho ao oxigênio. Boa para vinhos encorpados e picantes.
  • Bojo Largo: libera mais aroma, pois expõe uma quantidade maior de vinho ao oxigênio. Boa para vinhos aromáticos e delicados.

Tipos de taças de vinho

 Sem haste

Normalmente utilizado em degustações casuais. Clique aqui e veja opções.

 

 Padrão Bordeaux

Utilizadas com vinhos tinto de médio corpo e grande quantidade de taninos. Possuem bojo grande e borda mais fechada, concentrando os aromas dentro da taça. A borda fina permite que os sabores frutados sejam sentidos pela língua antes do taninos na parte de trás da boca. Indicada para Cabernet Sauvignon, Merlot e outros. Clique aqui e veja opções.

 

 Padrão Borgonha

Utilizadas com vinhos leves, encorpados, brancos e rosés. As taças possuem bojo maior para aumentar o contato do vinho com o ar, facilitando o “cheirar” da degustação. Essas taças direcionam o vinho acima da ponta e do centro da língua, o que aumenta as características arredondadas e maduras do vinho. Adequadas para Pinot Noir, por exemplo. Clique aqui e veja opções.

 

 

Tinto

Utilizadas com vinhos  picantes, safrados, rosés e espumantes. Essas taças possuem corpo grande, ideal para liberar os sabores intensos do vinho. Clique aqui e veja opções.

 

Espumante

Utilizadas com espumantes, é a que melhor presenta o gás dos mesmos. Essas taças são finas o que facilita o fluxo da bebida acima da língua, ressaltando a acidez e sabor. Clique aqui e veja opções.

 

 

Branco

Utilizadas com vinhos rosés e espumantes. São menores para haver menos troca de temperatura com o ambiente, já que vinhos brancos devem ser consumidos em temperaturas baixas. O formato da taça encaminha o vinho em áreas da língua que ressaltam a doçura e acidez. Clique aqui e veja opções.

 

 

Sobremesa

Utilizadas com vinhos fortificados e doces. São pequenas e em formato ideal para ressaltar os sabores doces do vinho de sobremesa. Clique aqui e veja opções.

Como segurar a taça de vinho corretamente?

O jeito correto de segurar a taça é pela haste, visando não alterar a temperatura do vinho com o calor das mãos, conforme imagem abaixo.

Esperamos, com o presente artigo, ter esclarecido as principais questões sobre taças de vinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares